História da TAAG

Os anos revelam a gloriosa evolução da operação da TAAG, uma companhia com um passado glorioso e um futuro brilhante pela frente.
1938 – Criação da DTA – Divisão dos Transportes Aéreos de Angola.

1940 – Com uma frota de cinco pequenos aviões, os primeiros voos são iniciados de Luanda para Moçâmedes (hoje Namibe), Lobito e Ponta Negra.

1948 – Os primeiros aviões Douglas DC-3 iniciam a sua operação.

1962 – É adquirido o primeiro FOKKER FRIENDSHIP F-27.

1973 – A TAAG muda a sua designação para Transportes Aéreos de Angola, operando voos domésticos e inicinado os voos regionais para São Tomé e Príncipe e Windhoek.

1975 – Com a proclamação da independência nacional, foram nomeados os primeiros gestores angolanos e a Companhia começou a voar para Lisboa, iniciando a sua presença na Europa.

1976 – A era dos aviões a jacto começa com a chegada do primeiro Boeing 737 a Angola.

1980 – Com a aquisição do novo Boeing 707, a TAAG inicia um período de rápido crescimento. As asas da TAAG voam mais de 30 mil horas e 18 milhões de quilómetros, enquanto expande a sua rede doméstica e internacional.

1986 – A TAAG atinge a marca do milhão de passageiros. Com a queda abrupta dos preços de petróleo e o agravamento da situação político-militar em Angola, a Companhia efectua um esforço extraordinário para corresponder às necessidades do País. As quase totais paragens dos transportes viários e ferroviários fazem da TAAG a única ligação fiável e segura entre as principais cidades angolanas, um motivo de orgulho para os seus 5.000 trabalhadores.

1991 – São criadas duas novas subsidiárias: a Angola – Air Charter, dedicada a voos fretados, transporte de carga e voos não calendarizados, e a SAL – Sociedade de Aviação Ligeira, dedicada a serviços de aerotáxi e voos especializados com múltiplos propósitos.

1997 – A 8 de Julho, a TAAG adquire o seu primeiro BOEING 747, baptizado “Cidade do Kuito”, em honra do povo mártir dessa cidade.

2006 – Às 11 horas e 11 minutos de dia 11 de Novembro, a TAAG e a cidade de Luanda recebem cinco novos aviões: três Boeing 737-700NG e dois Boeing 777-200E. Este dia é registado na história da aviação mundial pelo facto de o Boeing 777-200ER ter quebrado um recorde mundial no seu voo inaugural de Seattle para Luanda, ao voar 16 horas e 40 segundos sem reabastecer. Também foi quebrado um recorde do fabricante por ter sido esta a primeira ocasião em que cinco novos aviões foram entregues de uma só vez.

2007 – A TAAG recebe o quarto BOEING 737-700NG.

2008 – Aquisição do terceiro BOEING 777-200ER.

2009 –  A TAAG continua a fazer história, melhorando as ligações entre Angola e o resto do mundo, abrindo novas rotas para a Europa, Dubai e China. Estando totalmente empenhada em demonstrar a sua adesão aos mais elevados padrões internacionais, a TAAG é premiada com a certificação IOSA da IATA.

2010 – TAAG é autorizada a operar para o todo o espaço aéreo europeu com a sua moderna frota de Boeing 777 e 737.